21 jun

Como investir em uma franquia sem possuir todo o recurso próprio? Como buscar financiamento para o crescimento?

Atualmente, cada vez mais empreendedores buscam empresas já consagradas e que possuam modelo de franquia para unir esforços realizando a aquisição e tornando-se um parceiro de negócio.

 

No Brasil

Esse comportamento muito provavelmente é influenciado pelas estatísticas de taxa de falência das empresas convencionais, que gira em torno de 27% contra apenas 5% das empresas franqueadas, conforme dados do SEBRAE de maio de 2016.

Um fator que tem provocado o aumento pela busca de aquisição de franquias é o atual desemprego no Brasil, o que gera novos negócios por necessidade. Nesta linha, houve uma explosão por busca do termo “franquias baratas”, o que demonstra o interesse em possuir um negócio, ainda que com um baixo nível de investimento.

 

Investimento

Durante o planejamento de aquisição, o empreendedor deve pensar como um investidor, ou seja, deve buscar recursos financeiros disponíveis para aquisição parcial do negócio, pois existem linhas específicas permitindo a redução do risco pela escassez do capital.

O que a maioria das pessoas não sabe é que existem diversas linhas de financiamento para quem deseja abrir uma franquia, ou ainda, para quem deseja ampliar e modificar a sua unidade de franquia existente.

Um exemplo destes é o Banco do Brasil que possui uma linha específica que vai desde a aquisição (pagamento da taxa de franquia) até o capital de giro para iniciar a operação, conforme o site www.bbsimplifica.com.br/franquia.

 

Micro e Pequenas Empresas

Também existe um esforço grande por parte do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) que lançou o Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas. Somando-se a isso, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) e o Bradesco lançaram o FAMPE Franquias.

Para Microempresas (faturamento anual de até R$ 360 mil) pode ser adquirido Capital de Giro de até R$ 75 mil com prazo de 48 meses para pagar e 6 meses de carência. Já empresas de Pequeno Porte (faturamento anual de até R$ 3,6 milhões) têm a opção do Capital de Giro de até R$ 125 mil com prazo de 48 meses e 6 meses de carência.

É notório que para um empresário que realizar o investimento em uma franquia terá maior certeza na busca pelo resultado financeiro, além de receber suporte e um modelo de operação da franqueadora.

 

Agora que você já sabe que deve realizar um planejamento para abrir sua franquia, e que não é necessário investir 100% com recursos próprios, entre em contato que estamos prontos para lhe ajudar a ser um empresário de sucesso.

 

1_post_linha

 

Texto por: Maurício Tagliari – Diretor do Núcleo de Inteligência e Mercado da Inédita Comunicação

Sobre o autor: Maurício Tagliari 
• Mestre em Ciências Contábeis, MBA em Controladoria e Bacharel em Administração de Empresas;
• Coordena o MBA em Controladoria e Finanças na UNISINOS e é professor de Graduação e Pós-Graduação nas áreas de Finanças e Controladoria na mesma Universidade;
• Integrou a Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação implementando e gerenciando o Escritório de Projetos com foco em captação, gestão e prestação de contas com uma carteira de mais de R$ 130 milhões em projetos públicos e privados das áreas Finep, BNDES, Petrobras, Instituições Públicas (e Fundações (FAPERGS);
• Pesquisador do Grupo de Estudos em Finanças Corporativas (GEFIC);
• Autor e coautor de livros nacionais na área de administração financeira e finanças para a tomada de decisão e coautor de livros internacionais na área da economia e inovação;
• Pesquisador Internacional, atuou por meio de projetos junto a renomadas instituições como Universidad de Sevilla e Universidad de Valência na Espanha, bem como na Universidad Javeriana na Colômbia;
• Empresário apaixonado por desafios é empreendedor e possui negócios nas áreas de Contabilidade, Gastronomia e Publicidade.

Conheça o Simulador de Franquias

posts relacionados

Deixe um comentário